BEM VINDOS À POESIA


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

E quando lembro


Quando lembro
Que tudo era poesia
que a vida era só alegria...
Vem você brincar de esconder.

Saio a procura
daquele palavra amiga
Daquele riso bom
Daquele sotaque suave... 

Cadê? O ombro amigo
Que afasta o medo das tempestades
Que faz um coração entrar no compasso
E o riso brotar nos lábios...

Quando lembro
Que a vida era leve, solta,
percebo a falta que me faz...
Peito está apertado! Querendo seu abraço.

Quando lembro...


terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Olhar Penetrante


Imagem google.com

Penetrante! Atrevido!
Atraindo meu ser magnético
E eu passeio céu afora
mergulhando em nuvens de sonhos
A força do vento me faz flutuar.
E deixo o corpo mergulhar neste universo:
Desconhecido e cheio de mistérios...
Intensa sensação de amor acompanha os delírios!
Fugir deste clarão? Tentativa impossível!
Raios infinitos caem aos pés
Febre delirante toma conta do corpo
Suor transborda dos poros
Corpo esmorece, não reage,
Se entregando a sedução.
Um pensamento desvia os sentidos,
Quebra a magia.
Este olhar
Penetrante! Atrevido!
É que mexe comigo...

Su Simon




quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Travessia

Imagem google.com


Conceitos de vida, estilo Rock,
atravessando um passado distante, longínquo,
buscando tragédias em histórias antigas...
e  comédias em histórias modernas
Transformando em inovações escritas...
Ora sombrio ora romântico...
Ora horror ora graça
Aguçam os sentidos
Arrepia a pele
causando sensações de mar.
Ora manso ora revoltoso...
Apaixona-me estas emoções
e eu atravesso neste balanço
de a (mar)...

Su Simon

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Mensagem de Natal




Que o brilho das estrelas
Ilumine vossos corações
Espalhando paz, alegrias e surpresas.
Suscitando uma noite de
Magia, sonhos e esperança.
Ao soar o sino
Anunciando o mistério
De mais um Natal!

Boas Festas!
Mágico Ano Novo!


Su Simon

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Sem tempo para Adeus



Ao vivo em tons azuis
Penetra sorrateiramente neste mundo
Obscuro!
Mergulhando no escuro deste mar
Amando o desconhecido... Ah! Mar!
Querendo desvendar os mistérios
Descobrir belezas deste corpo
Oásis deslumbrante!
Êxtase! diante das maravilhas  
Descansando teu corpo
No meu corpo mar!
Paraíso de prazeres...
Submergindo em mansas ondas 
Arrebentando na orla
Sorrindo, sem fôlego
Desfrutando deste
Misterioso momento 
de sonhos de amor!
Sem tempo para Adeus

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Pedaços de Lua

Imagem google

Amanheceu um sonho
Interminável madrugada
No clarear do dia
Relembrando momentos
Irreais! Sombrios! Inquietantes!
Tão densos de seus mistérios
Não poderia deixar passar
A sede de descobrir teu íntimo mistério...
Que mesmo ao longe, mexe com os sentidos.
Despe a alma, corada, sinto-me nua...
Como se adivinhasse
meus segredos e fantasias.
Olho para o céu, sinto-te poema
E vejo a lua se desmanchando em versos
Derramando flashes iluminados
Sobre o amor que existe em mim
E me desfaço em pedaços
Pedaços de lua.

Su Simon

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Pássaro Azul!



Voou rasante a minha frente

Encantou-me com sua cor

Brincou de esconde-esconde comigo

Alucinada me deixou
Plumagem de um azul infinito
Como céu e mar
Um misto de liberdade e alegria
Pousou num galho a cantar
E eu ali, observando a cantoria
numa tarde de domingo.
Encantada com o Pássaro Azul!


segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Ciranda - Curtinha de Agosto


Agosto
Su Simon

Místico mês da minha primavera
Sei-te outonal, folhas ao chão,
Mas sinto o perfume das flores, 
ao final de Agosto... 


Parte integrante da ciranda de versos publicada em:
http://www.nasasasdaimaginacao.net/cirandas3/cirandaagosto/ciranda_agosto.htm
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

THANKS

Thank you for visiting ...
come back soon!...