BEM VINDOS À POESIA


domingo, 28 de dezembro de 2014

Timidamente


imagem google.com


Olha-me nos olhos e a face cora
Abaixo os olhos como se tentasse esconder
o calor que percorre o sangue
Como se escorregando pra dentro de mim
Feito uma flor que se fecha a se proteger. ..
Olhas pra mim e estende as mãos
Como se quisesse tocar-me.
e sinto um arrepio percorrer-me; falta-me chão.
E ri do meu desatino, como se encantado com tanto pudor...
E sente-se seduzido
E insiste colher-me, como uma rosa caprichosa que reluta, 
debate-se e se entrega ao prazer...
Timidamente


Su Simon

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Mensagem de Natal




Que o brilho das estrelas
Ilumine vossos corações
Espalhando paz, alegrias e surpresas.
Suscitando uma noite de
Magia, sonhos e esperança.
Ao soar o sino
Anunciando o mistério
De mais um Natal!

Boas Festas!
Mágico Ano Novo!


Su Simon

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Sem tempo para Adeus



Ao vivo em tons azuis
Penetra sorrateiramente neste mundo
Obscuro!
Mergulhando no escuro deste mar
Amando o desconhecido... Ah! Mar!
Querendo desvendar os mistérios
Descobrir belezas deste corpo
Oásis deslumbrante!
Êxtase! diante das maravilhas  
Descansando teu corpo
No meu corpo mar!
Paraíso de prazeres...
Submergindo em mansas ondas 
Arrebentando na orla
Sorrindo, sem fôlego
Desfrutando deste
Misterioso momento 
de sonhos de amor!
Sem tempo para Adeus

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Pedaços de Lua

Imagem google

Amanheceu um sonho
Interminável madrugada
No clarear do dia
Relembrando momentos
Irreais! Sombrios! Inquietantes!
Tão densos de seus mistérios
Não poderia deixar passar
A sede de descobrir teu íntimo mistério...
Que mesmo ao longe, mexe com os sentidos.
Despe a alma, corada, sinto-me nua...
Como se adivinhasse
meus segredos e fantasias.
Olho para o céu, sinto-te poema
E vejo a lua se desmanchando em versos
Derramando flashes iluminados
Sobre o amor que existe em mim
E me desfaço em pedaços
Pedaços de lua.

Su Simon

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Pássaro Azul!



Voou rasante a minha frente

Encantou-me com sua cor

Brincou de esconde-esconde comigo

Alucinada me deixou
Plumagem de um azul infinito
Como céu e mar
Um misto de liberdade e alegria
Pousou num galho a cantar
E eu ali, observando a cantoria
numa tarde de domingo.
Encantada com o Pássaro Azul!


segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Ciranda - Curtinha de Agosto


Agosto
Su Simon

Místico mês da minha primavera
Sei-te outonal, folhas ao chão,
Mas sinto o perfume das flores, 
ao final de Agosto... 


Parte integrante da ciranda de versos publicada em:
http://www.nasasasdaimaginacao.net/cirandas3/cirandaagosto/ciranda_agosto.htm

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Voo livre dos versos



O voo livre das suas letras

Alimentavam os sonhos mais profundos
Criavam alegorias internas 
Ritmadas  melodias.



Eles se foram...
Um a um se perderam no ar
Um vento forte os levou pra longe
E sabe-se lá onde foram parar.

Estão voando por aí
Além do horizonte?
Onde os olhos não alcançam
Onde o coração não sente
Onde a alma não sonha....

Ah! Inútil desespero!
Criando abismo!

E quando vem à lembrança
Os beijos que senti
O amor que calei
O calor que queimou
O arrepio da pele...

Nasce uma lágrima no olhar
E um profundo silêncio na alma!


Que vontade de chorar!

Su Simon

sábado, 15 de novembro de 2014

Desejo da Alma



Imagem google.com

Folhas caídas
Vida entre muros
Espera
Quem sabe hoje,
tu voltes Amor
trazendo nova quimera!

Su Simon



Homenagem a Manoel de Barros


O apanhador de desperdícios
Manoel de Barros

Uso a palavra para compor meus silêncios.
Não gosto das palavras
fatigadas de informar.
Dou mais respeito
às que vivem de barriga no chão
tipo água pedra sapo.
Entendo bem o sotaque das águas
Dou respeito às coisas desimportantes
e aos seres desimportantes.
Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas mais que a dos mísseis.
Tenho em mim um atraso de nascença.
Eu fui aparelhado
para gostar de passarinhos.
Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior do que o mundo.
Sou um apanhador de desperdícios:
Amo os restos
como as boas moscas.
Queria que a minha voz tivesse um formato
de canto.
Porque eu não sou da informática:
eu sou da invencionática.
Só uso a palavra para compor meus silêncios.

**§**

Publicada entre as dez melhores poesias de Manoel de Barros em:

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Ciranda Ilze Soares e amigos- Chuva de Amor


imagem google.com

Dupla sedução

Su Simon

Foi num sábado à noite, daqueles!
A chuva caia torrencialmente...
Encontro marcado
Ansiedade a mil.
E a chuva
Ah! A chuva
não parava de cair
Vou, não vou?
Fui!
Roupa legal,
cabelo alinhado,
unha feita
maquiagem
e combinando com tudo:
O guarda chuva!

Cheguei, chegou.
Ele também,
com um terrível guarda chuva preto:
Sem graça, sem glamour, sem noção...
Mas a alegria foi tanta
que esquecemos a chuva,
vivemos o amor:
Abraços, beijos, segredinhos
a dois.
E os guarda-chuvas ali...
Como que assistindo as cenas
picantes de um momento de amor!
Hora de ir embora...
A chuva... Ah! A chuva
já tinha passado
e os guarda-chuvas
ali a nos espreitar,
esquecidos num canto
Felizes também
a se amarem...

**§**


Publicação completa da ciranda em:
http://www.nasasasdaimaginacao.net/cirandas3/cirandachuvadeamor/ciranda_chuva_de_amor.htm

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Ciranda poética Ilze Soares e amigos - O Aroma do teu corpo



imagem google.com


AROMA DO TEU CORPO
Su Simon

Fecho os olhos e sinto
A sensação divina do teu cheiro
Aroma romântico e sedutor
Que embriaga minha vida
Invade meus sonhos 
Me faz delirar...
Nem as flores mais perfumadas
se comparam ao teu aroma
Essência de pura paixão;
é o aroma do teu corpo...Amor!

**§**

Parte integrante da ciranda poética publicada em:

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Ciranda curtinha com Ilze Soares e poetas amigos - Sem freios

imagem google.com


Sem Freios 

Queria a total liberdade 
para viver livremente ...
Ter asas de anjo ou pássaro
Voar céu afora, sentindo a brisa do vento
Queria uma vida sem freios... 

Su Simon



Postagem completa da ciranda poética em:

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Esculturas

Imagem google.com

Formando arte
Que se estende espaço a fora
Ganhando contornos, relevos e curvas
Ocupando ruas, campos e vales
Moldadas no barro
Fundidas no bronze
Cavadas na madeira
Esculpidas nas nuvens...
Criaturas expostas
Com toques divinos
Anjos? Fadas?
Bruxas? Magos?
Não!
Seres Humanos!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Recortes 5 - Canto de Orfeu...

imagem google.com


Atravessou planícies
Venceu quedas d'águas
e fortes correntezas
escalou precipícios 
Subiu no topo da montanha
E uivou tão alto
Que seu uivo
foi confundido
com o canto de Orfeu
Amansando a fera 
que havia dentro da noite...
"O uivo abalou as estruturas do céu e foi publicado na primeira página de um jornal local..."

Su Simon

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Faz assim não... (Flavinho)


Quando você some assim
eu lembro daquele dia
e do meu desespero 
Ah! Maquina de lavar!

Faz mais isto não
É choque, e desespero
É busca intensa
é não saber-te próximo...

Faz assim não
é euforia, abismo
falta de chão...

Te amo e não tem preço
sinto a responsabilidade latente
batendo em minha porta...

Su Simon

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Ciranda Bom dia com Ilze Soares e amigos poetas

imagem google.com


Bom dia, boa tarde também 
A manhã se foi 
O sol aquece firme
e o entardecer aponta no horizonte...
Seja feliz em todos os tempos
pois à noite, a lua vem
brilhar pra você.
beijo

Su Simon


Parte integrante da ciranda de versos publicada em:

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

CRIADOR DE ILUSÕES


imagem google.com
Ah! FEITIÇO
Encantadora criatura
Que tem o dom de espalhar amor
feito o vento que sopra de mansinho...

Sorrateiro!
Entra em silêncio
e com o doce das palavras
vai se aconchegando
nos deixando entregues
aos sonhos e desejos...

És genial!
No jogo de palavras
iludes cada flor
com um único verso...
Sensacional!

 liberta de ilusões,
sinto-me livre para  mudar os sonhos
quero a alegria verdadeira, amor sincero
Ser única nesse universo chamado Sonho!

E em meus devaneios sigo sonhando
meu sonho maior
Chamado Amor
que me leva a você...
Ah! Feitiço!

Su Simon

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Memórias

By Su Simon


Tirei o dia pra esquecer 
Esquecer problemas, 
Esquecer passado, 
Esquecer você... 

Saí pela cidade, 
caminhei por lugares de outrora, 
revisitei memórias. 
Tudo tão diferentemente igual... 

Cada edifício uma singular arquitetura, 
então lembrei 
Antes, não reparava a arquitetura
da Capital Paulistana... 
Visão linear,
Não admirava o horizonte 
e o fascínio que a metrópole produzia... 

Por alguns segundos consegui esquecer 
Esquecer problemas 
Esquecer passado 
Esquecer você. 

Foram os melhores momentos vividos...
distraída, divagando, esquecida 
Mas saiba amor: 
Você ainda está em tudo que vi e vivi.

Sun Simon

sábado, 27 de setembro de 2014

Toque de pele



Fonte inimaginável de prazer...
navegando neste corpo
que repousa no azul...

Domina a mente com versos...
Ah! Versos!
Melodia em mim...

Forte onda energética
emerge do teu misterioso olhar
Infinito clarão da noite

E o vento soprando do Sul
atiça o fogo acendendo brasas
Queimando por dentro.

Me perco nos delírios de teu beijo.
ouço os sussurros arrepiantes da noite
num toque de pele a luz do luar...

Su Simon

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Music in me




google imagens

You just comes out of nowhere
Creating fantasies in my mind
Your verses blow in my direction
And I surrender to delusions wind

So ... You come softly
I fall in love by your mysteries
I float holds by the wings' angel
Toward your look blue ...

I feel the notes, rhymes, melodies
Outputs of your love song
That give me dreams
After all ... you are music in me!


Su Simon

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Will be need to draw?

google images

You left me alone 
with angels and witches 
Not the most southerly winds blew 
Nor brought me more peace than I had 
You forgot, my friend ?
The dream life made ​​for us 
and the wings of an owl 
I would love and affection 
in the predawn darkness, 
come into your dreams 
during your deepest sleep 
Sweetly kiss your face ... 
Ah! I still need dreams 
to survive!

sábado, 13 de setembro de 2014

Nas estrelas


imagem google.com


É noite
olho sobre os telhados 
a tua procura.
Sei que estás a contemplar a lua,
observando o brilho das estrelas
a procura de sonhos...
Sabe que é lá no alto que te encontro,
no azul escurecido pela noite 
e as sombras revelam todo meu amor...
É noite, é hora de te encontrar
e, como nuvem, flutuo!
vivendo segredos tão nossos...
É noite e te sonho nas estrelas.





sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Cadê você?

Imagem google.com

A chuva fina e fria insiste em cair
deixando o ar do inverno invadir o corpo,
penetra na angústia das horas
e umedece o infinito...
Está frio aqui
E o corpo arrepia e pede seu calor
que está tão distante ...
Está nublado em mim e a nuvem branca que
encobre o céu deixa o ar sinistro...
Cadê você? Sol...

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Estigma da Lua

Imagem google.com

Correntezas de versos num mar revolto
Sensações fortes da ventania
Ondas arrebentando nas encostas...
Insistem em nos aproximar
Reviravoltas do mar deixando saudades...
Sempre ele a nos afastar
Rotas flutuantes das marés em lua cheia
Invadindo os sonhos das profundezas do mundo...
Estigma da lua marcando a passagem do tempo.
Anunciando o vazio depois da partida...

domingo, 31 de agosto de 2014

Anoiteceu em mim



Foto: Fernanda Rodrigues

Entardeceu em mim

E o sol segue caindo vagarosamente,
se escondendo atrás das montanhas.
Seus raios refletem um brilho colorido
na tarde de outono, deixando a paisagem
romanticamente sedutora.
Entardeceu em mim
e a lua vem surgindo
trazendo os mistérios da noite.
Com eles, encenações luminosas.
Ciúmes talvez?
Não... Não tem motivo.
Melhor seria trazer a flor da madrugada,
juntos vivermos momentos de paixão e ternura...
Mas tinha que chegar carregada de
incompreensões ...
Querendo entristecer a noite
que tanto queria amar...
Anoiteceu em mim!

Su Simon

sábado, 30 de agosto de 2014

HAICAI 31

Imagem google.com


Amor se esvaindo
coração em partículas
vermelhando o chão

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Ciranda poética - Chuva de amor! - Ilze Soares e Amigos!

imagem google.com


Dupla sedução

Foi num sábado à noite, daqueles!
A chuva caia torrencialmente...
Encontro marcado
Ansiedade a mil.
E a chuva
Ah! A chuva
não parava de cair
Vou, não vou?
Fui!
Roupa legal,
cabelo alinhado,
unha feita
maquiagem
e combinando com tudo:
O guarda chuva!

Cheguei, chegou
Ele também,
com um terrível guarda chuva preto:
Sem graça, sem glamour, sem noção...
Mas a alegria foi tanta
que esquecemos a chuva,
vivemos o amor:
Abraços, beijos, segredinhos
a dois.
E os guarda-chuvas ali...
Como que assistindo as cenas
picantes de um momento de amor!
Hora de ir embora...
A chuva... Ah! A chuva
já tinha passado
e os guarda-chuvas
ali a nos espreitar,
esquecidos num canto
Felizes também
a se amarem...

Su Simon

Parte integrante da Ciranda de Versos postada em:


sábado, 23 de agosto de 2014

Rastro de Luz

imagem google.com

É noite e estamos sós
Eu e a lua.
Meu castanho olhar a observá-la.
Sensação de aconchego toma conta do corpo
Romantismo sem fim!
Ah! Paixão que consome o anoitecer
embalada pelo vento cantante...
uma quase brisa carregando delírios.
Mexe comigo, muda o rumo da história.
Noite em sonhos faz o tempo delirar!
Quando os castanhos sentem
a presente luz enluarada,
brilham felizes.
Sabem que a paixão e os sonhos
andam de mãos dadas...
Contemplando a vida madrugada a fora
deixando um rastro de luz...
Su Simon

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Sopro que adoro

imagem google.com

E num sopro de vento
Eis a magia do momento
Tão suave! Tão intenso!
Trouxe de volta o mistério
das tempestades mansas
ou tempestuosas...
Acalmando o riso
Acalentando o corpo
e  faz flutuar
Ah! Madrugadas que te sonhei!
Com olhos de coruja vasculhei
Noites e noites a procura
deste mistério:
Você!

Su Simon


domingo, 3 de agosto de 2014

Recortes 4


imagem google.com

A vida passa cantante...
Retrato de lembranças às margens do tempo
Banho de água doce
Em um rio limpo e calmo...

Splash! Splash!
Risos, farra, brincadeiras
Traços de uma infância alegre
 Repleta de encantamentos
como saídas de um livro
de contos infantis.

E a vida passou...
As lembranças gravadas na memória
dão o tom do ritmo
do caminho a seguir...

Marcas do tempo
que passa rapidamente
deixando
Recortes de felicidade
Registrados na memória.

sábado, 2 de agosto de 2014

Recortes 3


SOPRO QUE ADORO
E num sopro de vento
Eis a magia do momento
Tão suave! Tão intenso!

Trouxe de volta o mistério
das tempestades mansas
ou tempestuosas...

Acalmando meu riso
Acalentando o corpo
e me fez flutuar...

Ah! Madrugadas que te sonhei!
Com olhos de coruja vasculhei
Noites e noites a procura
deste mistério:
Você!

Recortes de lembrança
que o tempo não consegue apagar!

Su Simon

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Recortes - 2


imagem google.com

De repente nem você, 
eu tenho...

És mistério!
Fogo!
Paixão!

Aprendi dividi-lo com o tempo
E preferível tê-lo por perto,
aos pouquinhos...
do que não tê-lo 
de jeito nenhum...

Adoro-te! Tanto! Tanto! Tanto!
Pois sabe ser carinho, 
Sonho ser só pra mim
Sei, é sonho apenas...
Mas sonhar é alegria! 
Vida minha!

O dia fica lindo!
Quando recebo teus dengos,
teu charme, teus segredos

A vida esquenta aqui.
O sol brilha em mim...
És poesia!
Ah! Poesia!

Recortes de um mundo 
encantado, sem tragédias 
feito pra nós dois!

Su Simon

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Recortes

BC - SC By Su Simon


Este ir e vir
segue fazendo memórias
arquivadas na mente
bailando lembranças
arrepiando o corpo
acelerando o coração...

Entre flores e champanhe
segredos, sonhos, reviravolta
de uma paixão sem início nem fim.

Assim dividimos:
Uma onda
Uma brisa
Um sorriso
Um beijo
...
Recortes nostálgicos
de um grande amor!



quarta-feira, 30 de julho de 2014

CIRANDA - Dia Triste

imagem google.com


DIA TRISTE
Su Simon

Sim, ontem foi um dia triste
minha rua se encheu de saudades,
O sorriso franco, alegre, gostoso...
saiu de cena.
Agora vive na memória, 
da simplicidade carregada de vida,
do amigo que sabia viver...
Sem frescura, sem amarras,
sem preconceitos...
De uma incrível história.
de luta e liberdade.
Sim, hoje o dia continua triste
e a saudade se fortalece
Já ouvimos o silêncio de seus gritos
de sua fé, de seu sonhar.
É! Hoje o dia está mais triste...
Disse adeus a um grande amigo.
que se foi, deixando aqui
toda sua sabedoria de vida
Vai amigo!
Que hoje o dia ficou mais triste...



Parte integrante da cirande de versos publicada no site
Portal A ERA DO ESPÍRITO

terça-feira, 29 de julho de 2014

CASTANHO OLHAR!


imagem google.com
















É noite e estamos sós
Eu e a lua.
Meu castanho olhar a observá-la.
Sensação de aconchego toma conta do corpo
Romantismo sem fim!
Ah! Paixão que consome o anoitecer
embalada pelo vento cantante...
Uma quase brisa carregando devaneios.
Mexe comigo, muda o rumo da história.
Noite em sonhos faz o tempo delirar!
Quando os castanhos sentem
a presente luz enluarada,
brilham felizes.
Sabem que a paixão e os sonhos
andam de mãos dadas
contemplando a vida madrugada a fora
seguindo o rastro de estrelas cadentes...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

ACRÓSTICO - ADEUS ORKUT!

imagem google.com













A
migos lá,  fiz
De todo os jeitos
Especiais na memória
Unidos nas brincadeiras
Sempre juntos... Sempre

Outros foram chegando
Revisitando minhas memórias
Karacas! Quanto  risos trocamos!
Um depoimento, um beijo... Sempre deixando...
Termina assim este ciclo, de vida e encantamentos.


segunda-feira, 21 de julho de 2014

SINAL VERDE!

imagem google.com















Vejo o sinal verde,
mas não tenho coragem de seguir em frente
de repente me apavoro e travo... 
Espero um comando, uma palavra
pra seguir em frente... E travo
Insegurança talvez, 
ou excesso de cuidado?
Não sei.

Um aflição move os movimentos
observo este olhar azul me olhando
Quieto, parado, enigmático...

Assim o silêncio é a melhor ação,
mesmo contrariando a vontade de gritar
Ei! Estou aqui... Quero ouvir sua voz!
Me calo...

domingo, 20 de julho de 2014

AMANHÃ

Subúrbios da caneta - Poemas do Coletivo Tantas Letras
 imagens by Su Simon




















Ontem enviei uns versos
borrados com meu perfume
Corei ao ver a cena
tentei desfazer, mas a tinta é cruel
sem sentimentos nem pudor...
Ontem dediquei-te um verso
na página que ainda não leu
e o perfume impregnado ficou...
Ali. A mostra! A força!
Tentei apagar a memória...
Ah! Não deu!
Foi assim, não teve jeito
todo mistério se perdeu.
Amanhã  lerás minhas letras
e sentirá toda ansiedade sentida
na essência sedutora
"Pure Seduction..."
Sentirá o aroma 
de um sábado especial.
Amanhã...

terça-feira, 15 de julho de 2014

CIRANDA - CÂNTICO À VIDA

imagem google.com


CÂNTICO À VIDA
Su Simon 

São cenário cotidianos
encantando o coração! 
A vida segue livre
batendo à porta
todas as manhãs.
Alternando sensações
Alegres, tristes, surpreendentes...
E meu castanho olhar cativo,
diante desta beleza
Canta
a vida, o sonho, o momento...
Neste balanço das horas
vendo a vida em movimento
Sobrevoo as paisagens
produzidas na mente
E canto a vida
em breves momentos.


Parte da ciranda publicada em:

Portal A ERA DO ESPÍRITOhttp://www.aeradoespirito.net/

domingo, 13 de julho de 2014

BLUE MOON



Cloudy night... 
But the moon was there 
Blue! As your eyes 
Enchantment endless ...

Su Simon

sexta-feira, 11 de julho de 2014

CRÔNICA - "QUERIDA PROFESSORA"




Hoje fiquei em êxtase ao corrigir atividades dos alunos para fechamento do bimestre, entre tantas escritas, encontrei uma que me deixou perplexa diante do relato. Um misto de carinho, prazer e agradecimento por encontrar entre tantas leituras, praticamente idênticas, uma direcionada a meu fazer diário. Então resolvi publicar, na íntegra, pois me deixou emocionada:


O que aprendi?

"Querida professora,
sinto muito em dizer, mas infelizmente, eu não tinha aprendido muito sobre a matéria, pois eu entrei nessa escola depois e na outra escola em que eu estudava, eu mal tinha aula de inglês.
Tenho poucas coisas no caderno, mas gostaria de te falar que aqui, nessa escola, nesse pouco tempo que estou aqui, aprendi um pouco, foi pouco, coisa mínima, mas aprendi e fiquei muito feliz, tão feliz ao ponto de chegar em casa e mostrar para meu esposo e ensinar ele também.
Quero também falar que você ensina muito bem, você sorri com a gente, dá toda sua atenção a todos, infelizmente não são todos os alunos que veem isto, mas eu vejo e fico muito feliz. Com você eu aprendi  a passar as palavras para o negativo e positivo, só foi isso, mas como falei, fiquei muito feliz por ter aprendido,  eu não sei muito ler em inglês, estou fazendo curso por fora, pra aprender um pouco mais.
Obrigada pela atenção... Bjus e continue assim, essa pessoa de bem com a vida!"
Maria Vitória - 2ºA

Assim, refletindo sobre  o processo de aprendizagem, tão difícil, com salas superlotadas e com tantos jovens que não querem saber de estudar, esta aluna me faz perceber que há um motivo para eu estar lá, todo dia, cativando aqueles jovens, dando-lhes esperanças de um mundo melhor.
Sempre haverá alguém que observa e valoriza este trabalho.
Chorei.
Muito Obrigada.

Su Simon

quinta-feira, 10 de julho de 2014

IMAGEM - Poesia diálogo

BC - SC - By Su Simon


— "Jesus só prédios, aqui são árvores que vejo mais altas que minha casa..."
— A vista não era das melhores, mas olha ao fundo todo aquele Azul!
É mistura de céu e mar
e uma reta em sua direção...
Não deixe que a paisagem engane seus olhos...

Eber Siviero & Su Simon

segunda-feira, 7 de julho de 2014

DISTANTE



Tentei seguir um rumo a deriva,
afastar os pensamentos ruins,
ver primavera onde o outono surgia
e verão queimando o inverno.

A desilusão tomou conta de tudo
devastando a poesia, o ritmo,
o bom humor...

Apaguei o sorriso que carregava no rosto
Aquele que se abria sozinho ao lembrar de ti
Parei de ver estrelas cadentes...
de imaginar imagens nas nuvens. 

Não há revolta, há certeza de que para ser feliz,
não basta palavras doces, e versos melosos
é preciso amor verdadeiro, sincero.

O tempo continua a correr 
envolvendo-me no silêncio,
calando os sentimentos 
e os sonhos coloridos

Assim, sinto você
mais e mais e mais
Distante!

Su Simon

sábado, 5 de julho de 2014

A CULPA É DAS ESTRELAS


É noite lá fora
e o céu anuncia um anoitecer brilhante
Está escuro agora
e a certeza que mais uma vez 
longe de ti estarei
faz pensar neste céu escuro...
Está frio cá dentro
e não há cobertor que me aqueça.
Está sombrio cá dentro
e sentir sua falta
congela meu coração.
Lá fora, a noite acontece:
A lua entristecida se escondeu,
a única certeza é olhar as estrelas 
que teimam em brilhar agora,
transbordando de luz
as lágrimas que insistem em cair...
É!
A culpa é das estrelas ....

quinta-feira, 3 de julho de 2014

DECIDIDAMENTE

imagem google.com

Chegou no voo da madrugada,
trazendo sonhos e encantamento
E na imensidão da mata
Fez-me perdida em devaneios...
Seduziu com o olhar 
revestido de esperança
E brincou...
Brincou de amor, de amar...
E uma sensação nova
foi dominando a mente
Sorri, sorriu
Me permiti viver 
sonhos e fantasias
E neste jogo
de sedução e palavras
Agora tu perguntas
A culpa é minha?
Decididamente respondo
A culpa é tua!
Quem mandou
vir ao mundo assim:
Caloroso, meigo, dengoso
Dono deste olhar que fascina?
Sim
A culpa é tua.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Provar-te



Amei-te!
Desde o primeiro instante
à primeira vista, 
ao primeiro beijo...
Amei-te!
 por fora, por dentro ...
Por inteiro!
com todos teus defeitos.
Amei-te!
Como o sol
que tenta aquecer o dia 
mesmo quando a ventania fria
insiste em balançar o tempo.
Amei-te!
 E amar-te-ei sempre
se provar-te por mais tempo...

Su Simon







domingo, 29 de junho de 2014

Brasil... Só com muita emoção

By Su Simon

BRASIL X CHILE

Ontem,dia dedicado a Seleção Brasileira,
Antes do jogo:
Preparativos
Ansiedade
Nervos a mil.
E a emoção aflora
durante o Hino Nacional...
e a expectativa aumenta e acalma
ao apito do primeiro gol.
 A torcida desacelera,
grita, pula, vibra ...
E acontece o gol do adversário... 
Ahhh! Huh!
E a falta de sorte
no segundo gol brasileiro
anulado pelo Juiz
(Imagino quantos "elogios" ele recebeu)...
E o jogo rola, na mesma batida,
volta o nervosismo,
a garra, a vontade de vencer
e nada!
Uma trave brasileira,
salva a Pátria.
e prorrogação
e mais emoção
e pênaltis...
E as mãos suadas,
o corpo dolorido, trêmulo.
Expectativa... Ah! Expectativa!
É sofrimento até o último lance,
último gol...
Um misto de alegria e emoção
toma conta de nós.
Gritos, abraços e sorrisos
se espalham Brasil afora...
Brasil só com muita emoção.

Su Simon







sexta-feira, 27 de junho de 2014

ÚLTIMO PENSAMENTO EM TI




Não!
Não pense que desisti
dos sonhos, das fantasias...
Nem que me jogarei de um penhasco...
Muito menos que me lançarei ao mar  afogando angústias!
Menos ainda que segurarei na ponta de uma estrela 
voando pela galáxia me perdendo no infinito...

Quero 
Tirar de dentro
Este fogo que consome
Este delírio que perturba
Esta emoção que apavora

Quando, à noite, perco o sono
sonhando com o impossível
acordando assustada
percebendo que tudo era sonho
levantando na penumbra
tateando a cama e encontrando o vazio.
Sinto frio n'alma...

Não!
Não quero mais 
Esta privação de sentidos,
Este descontrole emocional,
Esta loucura que atormenta...

Quero
A alegria de volta,
observar  flores do campo,
sorrir para a vida novamente...
Nem que pra isso eu tenho que dizer:
Este é teu último verso...
Fica aqui meu último pensamento em ti.

Su Simon

quinta-feira, 26 de junho de 2014

CIRANDA - ABRE A JANELA

ABRE A JANELA
Su Simon
imagem google.com

De repente o sol escureceu, 
e a tristeza invadiu a alma!
Tudo ficou tão sombrio...
E a vontade de ver a luz
tomou conta do infinito.
A desilusão maltratou
um coração apaixonado
já não via o arco-íris em cores...
Então aconteceu em sonho,
novo motivo de alegria
um sorriso que iluminou alma.
Acordei cheia de esperança
e tudo ficou colorido...
Ah! Abre a janela do amor
e ilumine a vida.

Integrada à  ciranda publicada no site:


Portal A ERA DO ESPÍRITO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

THANKS

Thank you for visiting ...
come back soon!...