BEM VINDOS À POESIA


quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Ciranda Ilze Soares e amigos- Chuva de Amor


imagem google.com

Dupla sedução

Su Simon

Foi num sábado à noite, daqueles!
A chuva caia torrencialmente...
Encontro marcado
Ansiedade a mil.
E a chuva
Ah! A chuva
não parava de cair
Vou, não vou?
Fui!
Roupa legal,
cabelo alinhado,
unha feita
maquiagem
e combinando com tudo:
O guarda chuva!

Cheguei, chegou.
Ele também,
com um terrível guarda chuva preto:
Sem graça, sem glamour, sem noção...
Mas a alegria foi tanta
que esquecemos a chuva,
vivemos o amor:
Abraços, beijos, segredinhos
a dois.
E os guarda-chuvas ali...
Como que assistindo as cenas
picantes de um momento de amor!
Hora de ir embora...
A chuva... Ah! A chuva
já tinha passado
e os guarda-chuvas
ali a nos espreitar,
esquecidos num canto
Felizes também
a se amarem...

**§**


Publicação completa da ciranda em:
http://www.nasasasdaimaginacao.net/cirandas3/cirandachuvadeamor/ciranda_chuva_de_amor.htm

Um comentário:

  1. Os guarda-chuvas teriam muitas histórias para contar!
    Bom dia, Su.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

THANKS

Thank you for visiting ...
come back soon!...