BEM VINDOS À POESIA


sexta-feira, 29 de julho de 2011

VAMOS CUIDAR DA VIDA

TRILHAR O FUTURO

Ao escrever poemas e postá-los no blog, escrevi um denominado “Ninguém me entende”, O poema tinha como meta, uma homenagem a “Personas”, ideia do Professor do curso de Poesias. Escolhi homenagear meus alunos; irreverentes, engraçados, distraídos, brincalhões, perdidos em suas dúvidas, anseios e preocupações; pois, apesar deles não admitirem, sei que tudo que querem é um comando para levá-los rumo à sabedoria, e ao sucesso futuro. Na verdade, vejo em seus olhos, em suas palavras, em seus relatos e em suas atitudes: insegurança, falta de amor, de proteção e principalmente, um pedido de socorro.
Ao retornar para o blog, dias depois da postagem, tinha um comentário muito interessante, postado por um leitor: “Durante muito tempo considerei as aulas como uma prévia (uma passagem) para o intervalo, e os dias da semana como um caminho natural e árduo para a sexta-feira. Mas a experiência nos ensina que a vida, de vez em quando, cobra aquela aula, que por algum motivo ou por falta deles, não demos nosso melhor. E aí nos vemos numa letra de Caetano, a perguntar: Professora, "onde está você agora?”(F. Danone). Ao ler o comentário, fiquei pensando se é mesmo só com a experiência que devemos refletir e se arrepender das coisas que deixamos de fazer no tempo certo, se é preciso necessitar das aulas perdidas para dar valor e perceber quanto tempo perdemos na vida atrás de bobagens, como: “matar aula”, ficar nos corredores jogando conversa fora ou ouvindo música no celular em hora imprópria. Não deveria ser o contrário? Nossos estudantes não estão preparados para o estudo? Será que não se conscientizaram da importância do conhecimento para seu futuro?
Então leio o livro de Augusto Cury, Pais brilhantes Professores fascinantes, no qual ela dá uma verdadeira aula de como formar crianças e adolescentes para brilhar, em todos os sentidos: em casa, na escola, na vida. E assim, formar cidadãos felizes, livres, confiantes. Refletindo após a leitura do livro, consigo enxergar que é possível encaminhar a educação destes jovens no sentido de formar pessoas capazes de pensar, criticar, refletir, avaliar e não apenas para repetir informações.
Para cuidar da vida é preciso primeiro aprender a cuidar de si mesmo, adquirir amor próprio, olhar fraterno, querer ser alguém, antes de ter. É preciso fazer tudo com muito amor, pois acredito que mesmo diante das adversidades da vida, o amor é que irá construir uma trilha de sucesso. 


By: Sueli Rodrigues

3 comentários:

  1. Muito bom Sueli...

    Parabéns.
    Até mais

    ResponderExcluir
  2. muito bom mãe, parabéns :D

    ResponderExcluir
  3. Muito bom e verdadeiro, Su! O amor é o fundamento onde se permite edificar o conhecimento e a sabedoria... =)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

THANKS

Thank you for visiting ...
come back soon!...